Alto Alegre do Pindaré entra na era robótica

O Centro de Aprendizagem “Nizete Oliveira”, visitado pelo governador Flávio Dino em Alto Alegre do Pindaré, durante sua passagem pelo município, na sexta-feira 26 de novembro, introduz o município na cibernética, aliando os métodos convencionais com a modernidade. Assim o prefeito Francisco Ribeiro Filho (Fufuca) comemorou o funcionamento do estabelecimento, visitado também pelo vice Carlos Brandão e comitiva. Dino, entre as atividades da agenda, inaugurou a unidade local do IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, criado em 2015 para ampliar a oferta, no Maranhão, de educação profissional, científica e tecnológica.

O governador cumpriu o mesmo ritual respeitado em outros municípios, assinando ordens de serviço e distribuindo kits para agricultura familiar, atividades esportivas, cestas básicas. Foram autorizados serviços em uma vicinal, de pavimentação asfáltica e em bloquetes para vias urbanas, representando a participação do governo estadual na parceria estabelecida com os gestores municipais.

Coube ao vice-governador Carlos Brandão enumerar as entregas realizadas e destacar a importância delas para a consolidação da parceria estabelecida pelo governador com os administradores municipais. “A contribuição que essa parceria empresta representa a melhoria da qualidade de vida das populações de baixa renda e o progresso físico-territorial das comunidades do interior”.

Educação – O secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, informou sobre o roteiro de inauguração de escolas durante esta Itinerância da comitiva governamental, que incluiu cidades vizinhas a Alto Alegre do Pindaré: “O governador entregou dez novos equipamentos, entre escolas dignas e bibliotecas, unidades que conduzem o processo de educação a um patamar expressivo”.

A escola “Nizete Oliveira”, visitada por Dino, é da rede municipal e tem projeto avançado de ensino, associando o modelo convencional a um processo cibernético, com o uso das tecnologias existentes, o que coloca o estudante em contato com a modernidade. Modernidade que o prefeito e o mestre em Educação Altemar Lima consideram necessária para a capacitação da futura mão de obra saída da escola.
IDEB – O prefeito Fufuca antecipou comemoração com as próximas instalações educacionais que se localizarão no município: a unidade do IFMA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão), com cursos já programados; e um polo da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). E falou do prosseguimento de interiorização de escolas fundamentais em povoados de expressivas populações, de responsabilidade do governo municipal.

O prefeito recordou que em Alto Alegre do Pindaré o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) chegou a ser o terceiro do Nordeste e estar entre os 20 maiores do País, números que ele pretende resgatar até o final do seu atual mandato. Na mesma linha de atração educativa o governo municipal trabalha instalando ginásios esportivos (atualmente são seis), investindo no estádio da sede, construindo piscina olímpica.

Altemar – O centro de ensino visitado pelo governador contou com emendas parlamentares do deputado federal André Ribeiro (André Fufuca). Ele enalteceu a atenção à Educação que a administração municipal dedica ao setor e o resgate dos altos índices do IDEB que o município já registrou, interrompidos em época recente, mas resgatados com a volta ao executivo do atual prefeito Fufuca.

Na linha de modernidade que o prefeito Fufuca instala, é importante a contribuição do professor e Mestre em Educação Altemar Lima. Há 25 anos envolvido com o gestor municipal na política de Educação do município, Lima deu importante contribuição à concepção adotada pelo centro de ensino “Nizete Oliveira”. Como já tinha dado ao plano de metas do setor quando da instalação do Governo Dino, em 2015.

O próprio governador reconheceu esta contribuição e elogiou a população estudantil de Alto Alegre do Pindaré pela associação da tradição com a modernidade que os alunos do “Nizete Oliveira” experimentarão. Numa passagem de um dos seus pronunciamentos, Dino atribuiu a Lima a titulação adotada para o IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão) e parte da concepção pedagógica que o projeto exprime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.