Evangélicos agradecem graças em Centro Novo do Maranhão

Pastores de todas as denominações, que atuam em Centro Novo do Maranhão, reuniram-se, neste domingo, 30 de janeiro, em ação de graças, por iniciativa do prefeito Júnior Garimpeiro. Público e líderes religiosos agradeceram as bênçãos destinadas ao município e pediram que o espírito de ajuda divina continue a contemplar a gestão municipal e a população, principalmente a carente. Júnior Garimpeiro aproveitou para agradecer aos parceiros e colaboradores do seu governo, pedindo a Deus que os abençoe.

Como atração do culto, que reuniu público controlado na área de entretenimento de uma quadra poliesportiva, pregou e cantor o pastor maranhense, mas radicado em Goiânia, Silvam Santos. Ele honrou o público com cantos e louvações, lembrando que sua presença vinha anunciada desde o início do mandato do atual prefeito, antigo cultor da atuação evangélica do artista. Para Santos, a visita não poderia ser mais oportuna, considerando as intempéries que assolam as populações (pandemia entre elas) e a necessidade de oração nestes momentos de adversidade.

Ordenação divina – O pastor Elinaldo, de Imperatriz, acreditou estar cumprindo “ordenação divina” ao participar da reunião e constatar o ato de louvação e confiança do prefeito Júnior Garimpeiro em manifestação a Deus. Considerou o congraçamento um forte instrumento de fé, capaz de dar ao município e ao povo a segurança e a força necessárias para a conquista de objetivos grandiosos de progresso e bem-estar. “É momento de gratidão podermos estar aqui reunidos para dar graças e pedirmos por mais bênçãos”, complementou o pastor Jeziel, nascido em berço evangélico.

Estiveram reunidos líderes religiosos de cidades vizinhas, como Maracaçumé e Imperatriz, que limitaram suas caravanas em função dos cuidados sanitários que cercam as reuniões de qualquer motivo, com vistas a inibir a crescimento dos efeitos da pandemia. O promotor da assembleia disse que ela se realizou em razão de conquistas recém alcançadas, mas que se repetirá ao longo dos anos, esteja ele de posse ou não de mandato eletivo. “Há sempre o que agradecer e o ciclo, iniciado em 2021, se estenderá enquanto eu estiver de posse de meus poderes pessoais”, assegurou Júnior Garimpeiro. Os pastores presentes garantiram parceria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.